fundo
Reflexão

Limpe seu coração

Como vai aquela gaveta ou aquela caixa cheia de bagunças, hein?

Eu estava pensando cá com meus botões: “Será que só eu tenho tanta dificuldade em me desfazer das coisas?”.

Porque confesso, acho que posso guardar tudo em todo lugar, é uma dificuldade enorme jogar fora aquilo que não uso mais, me apego, porque sempre vou encontrar uma explicação, um motivo para não jogar ou doar, um livro que eu sei que não vai mais me ser útil, um sapato que eu sei que não vou mais usar, papéis que eu sei que não preciso mais… papéis… muitos papéis. rsrs

Pode ser que só conh1293ZOS92330-110Eeça gente como eu, mas esses meus conhecidos sempre têm um quartinho para colocar as bagunças, caixas, gavetas que vão acumulando de tudo um pouco, que teoricamente terá outro destino depois, contudo o único destino certo é o de ser abrigo para baratas, rato e sei lá mais o quê! Credo!

E não é bem assim no coração, quando guardo coisas e mais coisas cuja única utilidade é ocupar espaço e “chamar” baratas? Nessa hora, preciso me esvaziar, com muita dificuldade, de mim mesma, jogar fora o que não é bom, o que não uso. “Ah! Mas não é ruim!”  Se não uso para algo bom, fora também! Assim, posso guardar tudo o que é realmente eficaz.

Refiro-me aos sentimentos que nada nos acrescentam, pelo contrário, acabam conosco, nos ferem a cada dia e nos machucam. Guardar mágoas, ofensas, faz mal para quem guarda e não para a pessoa que as causou. Quantas vezes ficamos com raiva de alguém a ponto de não podermos nem ouvir falarem o nome da pessoa? Ficamos amarrados, quanto ao outro, segue  bem feliz da vida.

Existem pessoas que guardam esses sentimentos por tanto tempo, que eles já se enraizaram em seus corações, tornando-se parte de suas vidas. As consequências disso são as mais tristes possíveis, não conseguem amar de verdade, com confiam em ninguém, não se abrem com ninguém. Também não conseguem ver o lado bom da vida, tampouco têm esperança que aquilo que não está bom, pode e vai melhorar um dia. Vivem uma vida de amarguras.

O perdão é libertador, deixa a alma livre, leve, pronta para viver plenamente, para amar e ser amada, mas ele surge a partir de uma decisão, precisamos escolher perdoar e dia após dia ter alguma atitude que nos leve a isso. Somente o perdão é a arma eficaz que destrói as raizes de toda amargura e ressentimento. Através dele podemos esvaziar nossas gavetinhas dentro do peito, deixá-las limpas para que nelas entrem e fiquem somente coisas boas, sentimentos bons e muita felicidade.

Portanto, não deixe para amanhã essa faxina, comece já. Jogue fora tudo que é inútil, que não te fará ser uma pessoa melhor, varra a tristeza, jogue água e esfregue o ressentimento, passe o rodo na mágoa e não pare até que esteja tudo limpo,  e refletindo uma luz que só te fará brilhar cada dia mais.

Beijos, de luz!

Comentários (2)

  • Olá Patricia! Sim! Temos apego em coisas materiais e às nossas crenças e sentimentos. É um exercicio diário em busca do desapegar e viver uma vida mais leve, com menos peso para carregar. Eu já consegui desenvolver a minha capacidade de desapego, graças a experiencias bem profundas de auto conhecimento. Uma delas foi percorrer o o Caminho de Santiago de Compostela, onde caminhamos quilometros com uma pequena mochila, contendo o que nos é essencial, isto, na questão material. E te garanto, que na mochila existencial, na qual levamos todos nossos apegos psiquicos, emocionais e ilusórios, ao longo do caminho, esta carga vai perdendo seu peso, pois vai se transmutando, abrindo espaços e trazendo a leveza de aprendermos que temos tudo pra ser feliz e que tudo começa e termina em nós.
    Parabens por trazer este assunto, pois é um convite a reflexão do quanto “coisificamos” nossos valores, colocando o quanto se vale, pelo quanto que tem. Somos muito mais que qualquer coisa, somos um Ser Divino e maravilhoso repleto de possibilidades! Saudações Afetuosas! Ana Maria

    Responder
    • Patrícia Mello

      Oi, Ana Maria! Que alegria ter seu cometário aqui e já contribuindo para nossa reflexão! Tenho certeza de que você poderá contribuir muito mais! Eu desejo fazer o caminho de Santiago também, quem sabe um dia poderemos ir juntas?! rsrs Beijão!!

      Responder

Escreva um comentário