freedom-in-the-shape-of-a-cross
Reflexão

Deixe ir

No embalo do dia a dia, nem sempre damos aquela pausa para revisarmos algumas coisas dentro de nós, não é mesmo? Em meio a tantos problemas e com o passar do tempo, só puxamos para nós todo tipo sentimento.  O encerramento de um ano, para a maioria das pessoas, é o momento em que fazemos a nossa retrospectiva detalhada de como foram os 365 dias passados. É a hora de fazermos promessas para o ano seguinte, de deixarmos de lado coisas ruins e querermos levar adiante tudo o que foi bom.

O transcurso de um ano para o outro,  é a hora de deixar ir…

Deixe ir a preguiça, que muitas vezes te impede de fazer pequenas coisas que você gosta.

Deixe ir a pressão, que não te permite aproveitar a vida, afinal as cobranças são muitas, sejam elas no trabalho, em casa, na família, entre os amigos e tantas outras.

Deixe ir cada pensamento negativo, que invade sua mente e sem que você perceba, se enraíza e te domina, trazendo com ele a desesperança.

Deixe ir aquela pessoa por quem você tanto se doou, mas que nada te deu além de decepções.

Deixe ir com ela qualquer lembrança e expectativa.

Deixe ir a fragilidade, você é forte, acredite.

Deixe ir a impaciência, a paciência nos faz conquistar.

Deixe ir cada lágrima, isso significa que pode precisar chorar. Chore, faz bem.

Deixe ir o medo. Ele nos enrijece.

Deixe ir a insegurança. Acredite em você.

Deixe ir o estresse. Só te traz rugas. rsrs

Deixe ir a raiva. Não vale a pena.

Deixe ir a inconstância. Tenha foco.

Deixe ir a tristeza. Solte um sorriso.

Deixe ir a ingratidão. Já agradeceu pelo dia de hoje?

Tenho uma infinidade de “deixe ir”. Mas se você chegou até aqui, tenho certeza que já sabe o que mais deve deixar ir, deixe.

“Concentre-se em eliminar seus traços negativos. Uma vez que esses aspectos da sua consciência sejam corrigidos, os problemas se dissolverão e desaparecerão.”

Beijos, Patrícia.

Escreva um comentário