mask-1024024_1920
Reflexão

A inveja mascarada pela falsa amizade

A pior forma de inveja é a mascarada pela falsa amizade. A pessoa critica qualquer atitude tua, depois simplesmente te copia. Até que percebemos o que realmente o outro pensa e sente, pode ter passado muito tempo e essa máscara nunca ter caído.

À duras penas, aprendi que amizade, durante toda a vida,  podemos contar nos dedos das mãos, quando não de uma só. Existem pessoas que se afastam de nós por não suportarem a ideia de que estamos melhores que elas. Não suportam a felicidade alheia, para elas se sentirem bem, precisamos estar mal.

   Há quem diga que felicidade nada mais é do que  um momento, se for, algumas pessoas possuem tais momentos constantemente. Quem não  tem a felicidade na simplicidade da vida, a procura em outras coisas. Contudo, bens materiais,  dinheiro, fama, são efêmeros, cíclicos e  não completam o ser humano plenamente.

Não é a primeira vez que falo sobre inveja, longe de mim a pretensão de ser alguém que os outros queiram ser. No entanto, venho sofrendo de uma seletividade natural, na qual vejo amizades desaparecendo.  A própria vida  faz isso conosco. Quando procuro explicação para certos acontecimentos, as atitudes respondem para mim. Desdenhar o que o outro faz e em seguida fazer o mesmo, é  o quê? Como podemos denominar a ação de diminuir qualquer coisa que faça o próximo feliz?

Ver como algumas pessoas que estimamos se comportam conosco, dói e decepciona. Aprendi que  aceitar os fatos e deixar o outro partir, ou pelo menos se afastar, nos priva de decepções maiores. Observo de longe, sempre observo. No final das contas, será sempre melhor essa amizade ir, do que continuar mascarada nos cercando com tanta falsidade.

 

Comentários (1)

  • Triste realidade! Admiro a amizade a qual a bíblia se refere, um amigo mais chegado que um irmão.
    Sendo assim, se for para ter uma amizade falsa, melhor não ter.

    Responder

Escreva um comentário